Tem início a pré-venda de "A casa do posto", meu primeiro livro de contos



A casa do posto. Antes de ser nome de livro, era o meu lugar íntimo, particular. Nos próximos meses, será tema recorrente por aqui. Monotemática? Posso até ser, mas o motivo é nobre: não é sempre que a gente lança um livro. Especialmente quando se trata do primeiro e quando você é uma escritora do interior do Brasil, fora dos grandes centros onde a literatura tem bem mais espaços para discussão e difusão.


“A casa do posto” é um livro de contos que se passam num mesmo universo: um posto de combustíveis na rodovia. Em relação ao livro, eu costumo dizer que a protagonista das histórias é sempre o lugar e a potência imaginativa que ele proporciona aos personagens. O leitor é convidado a passear por uma casa improvisada e arredores, ocupados pelo gerente e sua família, além de motoristas, frentistas, cozinheiras, garçons, garçonetes, gente que passa e não volta, familiares que visitam vez ou outra.


As histórias trazem bichos que encantam, como a lagarta-de-fogo do texto de abertura e a cobra de duas cabeças que aparece na sequência. Há mulheres em busca de alguma autonomia e dispostas a alterar a dinâmica daquele lugar masculino demais. Desenhos que ganham vida como num sonho, farsantes que se aproveitam da boa vontade alheia, criminosos à espreita, incêndios que ameaçam mandar tudo pelos ares, fantasmas na beira da estrada.


E há muito mais! Durante um bom tempo, “A casa do posto” foi meu exercício diário de escrita e imaginação, meu passaporte para esse lugar íntimo, particular, que agora terei a honra de compartilhar com vocês. Escrever essas histórias foi divertido e emocionante, porque também se trata, de certa forma, do resgate da minha própria história. A Larissa que escreveu esse livro já foi (sempre será) a menina do posto, que aprendeu a andar de bicicleta no pátio repleto de caminhões e, naquele universo, teve a certeza de que gostaria de contar histórias. Lançar palavras no mundo é a magia que eu gosto e dividir isso com vocês ainda parece um sonho. Não tem preço.

“A casa do posto” é uma publicação do Selo Auroras, da Editora Penalux, e se encontra em pré-venda. Clique aqui para adquirir.

5 visualizações
IMG_0829.jpeg

Boas vindas!

Por aqui você encontra um pouco da minha produção como escritora, especialmente contos, poemas e crônicas. Gostou? Compartilhe com outras pessoas.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest